Qual é o melhor prato da Confraria dos Chifrudos?

História


Uma longa história em poucas linhas




O Bairro da Madalena já foi uma zona açucareira rentável. Quando pela doação das terras recifenses, a área passou a Pedro Afonso Durol que era casado com dona Madalena Gonçalves Furtado foi implantado um engenho de açúcar, cuja propriedade ficou conhecida como Passagem de D. Madalena.
Foi em 6 de fevereiro de 1925 que foi construído o Mercado do Bacurau, hoje, Mercado da Madalena. Bacurau era um nome em menção a um pássaro madrugador e o local só funcionava à noite. Vale ressaltar também que sua inauguração só ocorreu em 19 de outubro, daquele mesmo ano, pelo governador Sérgio Loreto. Em 1960, o Mercado teve o piso reformado e por volta de 1982 foi restaurado. Atualmente, o espaço conta com 180 boxes oferecendo produtos diversificados. Em sua frente há um pórtico com o antigo brasão do Recife, a administração conserva sua estrutura original e o mercado funciona todos os dias, manhã e tarde, com exceção do dia de domingo em que é aberto apenas pela manhã.
Foto: Michelle Ramos

2 comentários:

Felipe Silva disse...

Arretex. Boa história da Madalena, morei na Rua Pessoa de Mello, 339 - perto da Praça Eça de Queiroz. Maravilha.

Éric Martins da Costa Lima Costa Lima disse...

Fez parte da minha infância.Nasci na rua Ernani Braga 533,ia ao mercado todos sábados pela manhã fazer as compras com a minha mãe.Bons tempos que Deus me proporcionou! Saudades do meu querido bairro da Madalena!!

Postar um comentário